sábado, 1 de outubro de 2011

Zé Pedro no Alta Definição

Se há pessoa que eu gosto neste nosso Portugal é o Zé Pedro dos Xutos. Sempre o adorei, sempre adorei vê-lo em palco e esta entrevista só me confirma aquilo que eu já sabia. O Zé Pedro é grande.


Foi uma vida de excessos, de drogas, alcool, rock & roll. Contou a sua história num dos meus livros preferidos "Não Sou o Único". Com pormenores, de tudo. Heroína, cocaína, cerveja, vodka, bares, pessoas. A doença. As portas da morte. É grande porque sobreviveu para contar, para aconselhar. É grande porque toca tão bem assim comparável ao Richie Sambora, Keith Richards, Slash ou a outros dos grandes.


Gosto dele e esta entrevista confirma isso. Tá velho, tá meio gordinho, mas não deixa de ter aquele charme do Zé Pedro. Espero que ele viva durante muitos mais anos, que ele sobreviva a tudo o que a velhice lhe der. E que continue a tocar, sempre. 


3 comentários:

Marcia_Oliveira disse...

Já tive oportunidade de o entrevistar e também já li esse livro que a irmã dele escreveu sobre ele. Absolutamente maravilhoso! Das pessoas mais humildes e simpáticas de sempre. :') Tenho uma enorme admiração por ele! E hoje vou ter novamente mais uma oportunidade de estar com ele. Tal como tu, espero que ele viva por muitos e bons anos! É um exemplo. Tal como está escrito no livro: "Dizem que somos feitos da mesma matéria que as estrelas, que ainda somos seus primos afastados, mas alguns de nós têm um parentesco mais próximo com elas, uma cintilação especial - São eles próprios estrelas. É o caso de Zé Pedro." :)

kishikiari disse...

quero ver se vejo na net (:

Kat disse...

rais parta a minha vida!! sabes quais são os blogs que ainda têm virús? é que não basta tirar a coluna dos seguidores do blog, tenho mesmo que deixar de os seguir né?
beijo grande